Funcionário público morre após ser espancado e enterrado vivo

João Luiz do Amaral era motorista na Prefeitura de Boa Esperança do Sul região de Araraquara

O crime bárbaro foi cometido por amigos.




O que era para ser um domingo de diversão terminou em uma grande tragédia que abalou a pequena cidade de Boa Esperança do Sul. O funcionário público João Luiz do Amaral, de 44 anos, saiu para se divertir com amigos no último 14, mas uma discussão entre eles acabou em agressão física e morte.

De acordo com a Polícia Civil, o motorista da Prefeitura saiu de casa com seu carro cheio de amigos. A ideia era passar uma tarde na ponte do Rio Jacaré Guaçu, em Bocaina, lugar que atrai dezenas de pessoas para nadar e pescar no fim de semana.





Eles beberam por várias horas e em determinado momento, João e um dos suspeitos voltaram para Boa Esperança com a intenção de buscar mais cervejas e itens para um churrasco. Houve um desencontro na cidade e João ficou a pé. O jovem voltou para Bocaina com o carro dele.

João foi para casa, pegou sua moto e, revoltado, partiu em busca do acusado. A busca acabou quando o servidor municipal encontrou o carro no meio do caminho. Nesta hora, segundo aponta a investigação policial, o veículo já estava ocupado por dois jovens de 19 e 21 anos. João reclamou de ter ficado para trás. Começava ali uma discussão. Os suspeitos, então, teriam partido para cima do servidor com socos e chutes até derrubá-lo. Caído, foi espancado com golpes de capacete no rosto.

Achando que tinham matado o ‘amigo’, os rapazes resolveram improvisar enterrando o ali mesmo. “Ao que consta chegaram a cobrir o corpo com folha, com um pouco de areia e deixaram a vítima lá, parcialmente coberta e desacordada”, explicou o delegado de Boa Esperança do Sul, Ricardo Farah.

Uma pessoa que passava pelo local encontrou um dos acusados, que estava com a moto e logo em seguida viu o corpo e chamou a Polícia Militar e uma unidade de resgate.

Devido a gravidade de seus ferimentos, o motorista foi levado para um hospital de Jaú onde permaneceu internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) até a manhã desta sexta-feira (20), quando não resistiu aos ferimentos e morreu.

Como se não bastasse o crime contra a vida, os autores ainda fugiram levando os dois veículos de João Luiz do Amaral (o carro e a moto). “No dia seguinte um dos autores se apresentou aqui na delegacia (de Boa Esperança do Sul) para entregar o carro. Disse que teve a briga, mas não confessou ter participado dela. O outro acusado, também no dia seguinte a agressão, se apresentou, disse que tinha apanhado na briga e que para fugir pegou a moto. Ele alega que caiu com ela e por isso estava todo ralado”, disse Farah.

A moto foi encontrada dias depois pela polícia em uma área próxima ao local do crime. A delegacia de Boa Esperança do Sul ouviu suspeitos e testemunhas, mas o caso está sendo investigado pela delegacia de Bocaina, local da briga.

O delegado Gustavo Alonso Garmes, de Bocaina, disse que o caso era tratado como tentativa de homicídio, mas isso mudou com a morte do servidor público. “Esse agora é um caso de homicídio, mas estamos investigando e não descartamos a possibilidade de latrocínio, já que os dois veículos da vítima foram levados”, disse ele.

Os dois suspeitos, embora identificados, não foram presos ainda.

Prefeitura lamenta a morte

Em seu perfil nas redes sociais, a Prefeitura de Boa Esperança do Sul lamentou o falecimento do colaborador. “Palavras não podem expressar qualquer tristeza nesse momento”, escreveu. A página também expressa uma homenagem com uma faixa preta em sinal de luto.

Moradores se sentem inseguros

Nas redes sociais, muitos internautas manifestaram indignação. Dafni Poso Volet lembrou de crimes recentes ocorridos em Boa Esperança do Sul. “Um adolescente foi esfaqueado na praça mais movimentada da cidade, um homem foi encontrado morto na estrada de terra, o cartório foi assaltado durante o dia, um homem faleceu de tanta agressão física que sofreu, uma moça foi estuprada em sua própria casa. Sinceramente, a única coisa boa da cidade que era a segurança está sendo abalada.
Que momento desastroso para nós cidadãos”, disse ela.

About the author: bomdiasp

Related Posts