Doença Misteriosa Contraída em Velório Mata Onze Pessoas na Libéria

Libéria – África

Onze pessoas morreram e cinco estão no hospital, depois de contraírem uma doença misteriosa que a Organização Mundial de Saúde (OMS) disse estar ligada ao comparecimento ao funeral de um líder religioso.

Libéria
Os funcionários do hospital estão usando equipamentos de proteção e autoridades rastreiam possíveis contaminados..




“Nós ainda estamos investigando, a única coisa que descartamos é … Ebola”, disse Francis Kateh, chefe de polícia da Libéria, acrescentando que amostras das vítimas foram enviadas ao exterior para mais testes.

Na quarta-feira, a OMS disse que as autoridades de saúde da Libéria estão tomando medidas rápidas de precaução depois que oito pessoas morreram de uma doença misteriosa, 10 meses após o fim de um surto do vírus Ebola.

“Parece que todas essas pessoas estavam assistindo ao funeral de um líder religioso”, disse a porta-voz da OMS, Fadela Chaib, em Genebra.

“Eles tomaram amostras dos cadáveres e todas as amostras voltaram negativas para o Ebola. Estarão procurando, claro, outras febres hemorrágicas e bactérias, e se houve qualquer tipo de contaminação vindo da água ou alimentos”, disse ela.




Cinco pessoas permanecem sob observação em um hospital no condado de Sinoe.

Os sintomas incluem febre, vômitos e diarréia, disse Chaib.

Os funcionários do hospital estão usando equipamentos de proteção e que teve contato com os doentes estão sendo rastreados na comunidade, para ver se eles adoeceram, acrescentou.

“A OMS, os CDC (Centros de Controle de Doenças dos EUA) e outros parceiros estão fornecendo suporte técnico e logístico à equipe de resposta rápida que foi ativada nos níveis distrital do condado”, disse Chaib.




Em junho do ano passado, a OMS declarou que a Libéria estava livre de transmissão do vírus Ebola ativo, o último de três países da África Ocidental no epicentro do pior surto da doença no mundo. A epidemia matou mais de 11.300 pessoas e infectou cerca de 28.600 pessoas desde de 2013.

Um grupo consultivo da OMS de especialistas em vacinas deve publicar suas descobertas após uma reunião regular de três dias sobre vacinas. A declaração incluirá uma atualização sobre “eficácia, segurança e prazos para o licenciamento de vacinas Ebola”, disse Chaib.



About the author: bomdiasp

Related Posts