Policial Militar mata namorada na frente do Filho

O policial e a vítima mantinham um relacionamento a distância após ele ter sido transferido para São José do Rio Preto.

A namorada dele, a balconista Lorena Pessoa, de 29 anos, foi encontrada caída no chão da sala de sua casa com perfurações de tiros no corpo.

Lorena chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital.




O caso aconteceu na madrugada desta sexta-feira, dia 8, em Santa Barbara d’Oeste, região de Campinas. Carlos é cabo da PM, tem 36 anos, e faz parte da equipe do 17º Batalhão da Polícia Militar de Rio Preto.

Ele atua na 1ª Companhia, na zona norte de Rio Preto.

A namorada dele, a balconista Lorena Pessoa, de 29 anos, foi encontrada caída no chão da sala de sua casa com 6 perfurações de tiros no corpo.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi chamada e ela foi levada ao Hospital Edson Mano, em Santa Barbara, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu.

No local, em contato com os vizinhos, os policiais informaram que ouviram os disparos e viu um homem saindo da casa, porém não visualizaram veículo.

Minutos após o crime, o cabo Carlos Alberto apresentou-se na sede da 2ª Companhia da Polícia Militar e confessou ser autor do crime. A arma usada no crime, uma pistola ponto 40, foi encontrada no carro dele. O policial foi transferido para o presídio da Polícia Militar, Romão Gomes, em São Paulo.

A vítima deixa um filho, que segundo relatos de pessoas próximas, estava com a mãe no momento do crime.

About the author: bomdiasp

Related Posts